A importância da manutenção preventiva de cabine primária

A manutenção preventiva de cabine primária é de extrema importância para garantir o funcionamento seguro e eficiente dessa estrutura fundamental no fornecimento de energia elétrica em sistemas de distribuição de média tensão. Essa cabine atua como ponto de entrada da eletricidade em locais de alto consumo energético, como indústrias, empresas de médio e grande porte, condomínios verticais e grandes estabelecimentos comerciais, desempenhando um papel crucial no fornecimento confiável de energia.

Dada a sua relevância, é crucial adotar medidas proativas para assegurar que a cabine primária esteja sempre em perfeito funcionamento. A manutenção preventiva, nesse contexto, consiste em realizar inspeções e intervenções regulares antes que problemas ou desgastes avancem a ponto de causar falhas ou acidentes.

Algumas das razões pelas quais essa prática é tão fundamental incluem:

1. Segurança: A cabine primária lida com grandes cargas elétricas e, se houver falhas ou mau funcionamento, podem ocorrer acidentes graves, como incêndios ou choques elétricos. A manutenção preventiva ajuda a identificar e corrigir possíveis problemas antes que eles causem riscos à segurança.

2. Confiabilidade: A interrupção no fornecimento de energia pode causar prejuízos significativos para empresas e indústrias. A manutenção preventiva minimiza as chances de falhas inesperadas, garantindo a continuidade operacional e evitando perdas financeiras.

3. Prolongamento da vida útil: A correta manutenção ajuda a preservar o funcionamento adequado dos componentes da cabine primária, prolongando sua vida útil. Isso reduz os custos com substituição de equipamentos e evita despesas adicionais.

4. Eficiência energética: Com a manutenção adequada, é possível otimizar o desempenho da cabine primária, reduzindo perdas de energia e aumentando a eficiência do sistema de distribuição.

5. Conformidade com normas e regulamentos: A manutenção preventiva auxilia na observância das normas técnicas e regulamentos estabelecidos pelas autoridades competentes, garantindo que a cabine primária atenda aos padrões de segurança e operação.

6. Identificação de melhorias: Durante as inspeções regulares, é possível identificar oportunidades de aprimoramento na infraestrutura elétrica e implementar melhorias que resultem em maior desempenho e economia de energia.

Em resumo, a manutenção preventiva de cabine primária é essencial para assegurar a confiabilidade, segurança e eficiência do fornecimento de energia elétrica em ambientes de alto consumo energético. Ao adotar essa prática, é possível evitar falhas críticas, reduzir riscos e custos, garantindo um suprimento contínuo e seguro de eletricidade para os diversos setores que dependem desse sistema.

Como é realizada as manutenções de cabines primárias

Durante as manutenções de cabines, são executadas uma série de atividades preventivas. Essas atividades visam garantir o bom funcionamento e a segurança dos equipamentos. Alguns dos procedimentos realizados incluem:

– Realização de medições ôhmicas nas bobinas do transformador, a fim de verificar sua integridade e resistência elétrica.

– Análise da qualidade do óleo isolante utilizado no transformador, por meio de uma técnica cromatográfica de alta precisão. Esse processo permite identificar possíveis problemas no isolamento elétrico e tomar as medidas corretivas necessárias.

– Medições ôhmicas nos cabos de alta e baixa tensão, com o objetivo de verificar sua resistência e garantir a eficiência na transmissão de energia.

– Verificação das condições físicas das seccionadoras, que são dispositivos utilizados para controlar o fluxo de energia elétrica. Nesse processo, é analisado se estão em bom estado e funcionando adequadamente.

– Inspeção minuciosa e correção de parafusos e porcas presentes na cabine, garantindo a fixação adequada dos componentes e evitando possíveis falhas de conexão.

– Verificação e avaliação de todos os equipamentos de proteção utilizados no local, tanto os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) quanto os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs). São verificados os prazos de validade dos testes desses equipamentos, assegurando que estejam em conformidade e prontos para uso em caso de necessidade.

– Realização de limpeza geral do ambiente da cabine primária, a fim de remover sujeiras, detritos e resíduos que possam comprometer o desempenho dos equipamentos.

É necessário um conjunto de procedimentos abrangentes e precisos para manter as cabines primárias em bom estado, garantindo a segurança e o funcionamento confiável dos sistemas elétricos.

Periodicidade da manutenção preventiva de cabine primária

A periodicidade da manutenção preventiva de cabine primária é um aspecto crucial para garantir a segurança e o bom funcionamento do sistema elétrico de uma edificação. A norma ABNT – NBR 14039 estabelece que essa manutenção deve ser realizada anualmente ou em intervalos mais curtos. Intervalos maiores do que um ano entre as visitas técnicas não oferecem a proteção adequada, o que aumenta a vulnerabilidade da edificação a acidentes decorrentes de falhas na cabine primária.

Além de ser um requisito obrigatório, a manutenção preventiva de cabine primária oferece diversos benefícios quando realizada por empresas especializadas. Um dos benefícios assegurados é o controle dos custos relacionados à manutenção dos sistemas elétricos da edificação. Ao contratar um serviço especializado, é possível calcular o investimento anual na manutenção da infraestrutura elétrica, e a execução adequada do serviço reduz significativamente o risco de falhas na cabine, evitando custos inesperados com reformas e reparos.

Outra contribuição importante é o fato de que o agendamento prévio da manutenção preventiva de cabine primária permite manter a rotina de trabalho de ambientes industriais ou corporativos inalterada. Isso evita transtornos como a interrupção das atividades do empreendimento, garantindo a continuidade das operações de forma segura e confiável.

Em resumo, a manutenção preventiva de cabine primária deve seguir a periodicidade sugerida pela norma ABNT – NBR 14039, sendo realizada anualmente ou com intervalos mais curtos. Essa prática obrigatória oferece benefícios como o controle de custos, a redução do risco de falhas e a manutenção da rotina de trabalho, tornando-se essencial para garantir a segurança e o bom funcionamento do sistema elétrico de uma edificação.

Solicite seu orçamento

    Solicite seu orçamento

      Solicite seu orçamento

        Solicite seu orçamento