O Grupo CPFL Energia divulgou que entre janeiro e março de 2023 foram registradas 1.404 colisões de veículos contra postes de energia nos municípios da sua área de concessão. As quatro empresas do grupo, CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE aponta ainda que Campinas, com 60 ocorrências, Ribeirão Preto e Jundiaí, ambas com 58, foram as cidades com o maior número de casos detectados.

O que isso tem a ver com gerador de energia?

As quedas de energia por acidente de carro e colisão com poste podem causar uma série de problemas e impactos negativos. Aqui estão alguns dos principais problemas associados a essas situações:
1.    Interrupção no fornecimento de energia: A queda de poste ou acidentes envolvendo a rede elétrica podem resultar em contínuo não fornecimento de energia. Isso afeta diretamente residências, empresas, hospitais, escolas e outros estabelecimentos que dependem da eletricidade para funcionar sob controle. Interrupções prolongadas podem causar inconveniência, perda de produtividade e até mesmo prejuízos financeiros.
2.    Riscos à segurança: Cabos de energia expostos ou energizados podem causar choques elétricos para as pessoas que entram em contato com eles. Além disso, os postes caídos podem bloquear estradas, causar acidentes de trânsito e representar perigo para os pedestres e transportes no entorno.
3.    Danos materiais: Além dos próprios postes, os equipamentos elétricos, como transformadores e fios de energia, podem ser danificados, o que requer reparos e substituições. Isso pode resultar em custos adicionais para as concessionárias de energia e, em última instância, para os consumidores. Empresas podem ter que paralisar suas operações, causando perda de receita e empregos. Além disso, a falta de energia pode afetar o funcionamento de sistemas de comunicação, transporte público e outros serviços essenciais.
4.    Impactos sociais e psicológicos: É obrigação dos hospitais terem um backup de energia, não podendo ficar sem eletricidade, para não comprometer a capacidade de fornecer cuidados médicos adequados. Mas a exigência não é para todos os estabelecimentos da área da saúde, como UBs, UPAs, clínicas, consultórios etc, então alguns acabam sofrendo os impactos e a população que acaba sendo prejudicada.
5.    Perda de dados e danos eletrônicos: Interrupções de energia repentinas podem levar à perda de dados em computadores, servidores e outros dispositivos eletrônicos que não estejam protegidos por sistemas de backup adequados. Além disso, flutuações de energia durante o processo de tributação podem causar danos a equipamentos eletrônicos sensíveis, como eletrodomésticos, computadores, TVs e outros dispositivos.
6.    Prejuízos ao meio ambiente: Quedas de postes e acidentes na rede elétrica também podem resultar em danos ao meio ambiente. Vazamentos de óleo de transformadores danificados podem contaminar o solo e a água, representando riscos para a flora e a fauna. Além disso, em alguns casos, os cabos de energia danificados podem causar incêndios, deixando em perigo os ecossistemas naturais.

Por isso, a importância de se conscientizar e prevenir acidentes, você se cuida e cuida de todos ao seu redor!

A CPFL Energia, por meio da campanha Guardião da Vida, e aproveitando as iniciativas do ‘Maio Amarelo’, listou algumas iniciativas para evitar acidentes no trânsito, como manter o veículo com a manutenção em boas condições; não dirigir sob o efeito do álcool, remédios ou qualquer outra substância tóxica; respeitar sempre a sinalização de trânsito e os limites de velocidade das vias, em qualquer dia, local e horário; entre outras dicas. Para saber mais sobre a campanha Guardião da Vida, acesse o site: https://guardiaodavida.com.br

Solicite seu orçamento

    Solicite seu orçamento

      Solicite seu orçamento

        Solicite seu orçamento